Friday, 10 August 2007

A diferença

Outro dia fui almoçar no Burger Fuel pertinho do trabalho, um desses fast foods pero no mucho. (ou seja: mais alto nível que um McDonalds, mas não chega a ser um restaurante propriamente dito)

Depois de fazer o pedido no caixa fui me sentar numa mesinha do lado de fora, na calçada, e esperar a comida chegar. Neste instante me toquei que já tinha adquirido o costume local de tirar a carteira do bolso e jogar em cima da mesa. E ali fiquei, sentado à mesa na calçada, conversando com o pessoal, uma multidão caminhava para lá e para cá enquanto minha carteira dava bobeira em cima da mesa. E eu nem aí para ela. Eu estava pedindo, né.

E aí? E aí nada. A comida chegou, nós almoçamos, e voltamos para o trabalho. Carteira e tudo. Sorte? De repente foi. Esta e mais outras tantas vezes em que a mesma cena se repetiu.

E pensar que na praça de alimentação do Beira-Mar Shopping eu tinha receio de deixar a carteira em cima da bandeja enquanto comia. Provavelmente era um receio infundado. Mas o problema é que o receio existe. E fica lá, martelando na cabeça o tempo todo, até que a carteira esteja segura dentro do bolso. E o pior é que às vezes nem assim a gente descansa!

Era como sair de noite no final de semana em Floripa. Não teve uma vez que eu não me preocupasse se iria voltar pra um carro arrombado. Ou roubado. Não é que A por aqui não aconteçam os asssaltos ou roubos de carro, o negócio é que essa simplesmente não é uma preocupação constante. E isso faz toda a diferença.

No comments: